Dropsy (PC)

Informações Técnicas

Desenvolvedor: Tendershoot, A Jolly Corpse
Distribuidora: Devolver Digital
Lançamento: 10/set/2015
Steam: https://store.steampowered.com/app/274350/Dropsy/
Twitter: https://twitter.com/dropsytheclown

Tem conquistas? Sim.
Tem cartas? Não.

Dropsy é um point and click que conta trágica história de uma palhaço que viu seu circo pegar fogo e foi cruelmente incriminado por isto.
Sua missão é deixar o máximo de pessoas da sua cidade felizes (distribuindo abraços e ajudando-as a resolver algum problema), porém com o agravante de todos te odiarem ou temê-lo.

Este jogo é uma linha fora da curva do gênero point and click, pois não possui nenhum texto nem diálogo, tudo é expressado através de balões que exibem o humor dos personagens.
Conquistar a confiança de cada pessoa lhe custará horas de exploração dentro da cidade, que tem seus eventos alterados conforme o horário do dia. A parte mais interessante do jogo é o fato dele ser um mundo aberto, com diversas coisas a serem exploradas.

Durante a jogatina é notável algumas críticas sociais que são feitas, situações que nos colocam para refletir.

Considerações finais – Analisando o jogo como um todo

Gráficos: 9/10. Pixel art bem feito, com um traço bem original. Única coisa que particularmente me incomodou é que a maioria dos balões não ficam ajustados na parte superior central de cada personagem, o que a primeira vista nos faz pensar que o balão não pertence ao personagem.
UI e HUD: 8/10. Quando eu disse que o jogo não possuía textos, eu realmente eu estava me referindo ao conjunto todo. Interface e HUD são representados por ícones. Alguns não foram tão intuitivos para mim.
Trilha Sonora e sons: 10/10. Trilha sonora maravilhosa! Músicas muito bem feitas, cheias de pegada e que grudam na cabeça. Cada área tem sua própria música, assim como cada horário também.
Os sons também foram muito bem feitos, quando você conversa com algum personagem ele faz um som como se estivesse falando um idioma desconhecido.
Jogabilidade: 10/10. Jogabilidade fácil, utiliza apenas o mouse. Os personagens mudam de lugar conforme o horário dentro do jogo, você tem total liberdade para ir aonde quiser.
O jogo também lhe dá a liberdade de salvar o jogo quando quiser e possui mais de um slot de save.
Fator replay: 8/10. Considerando que o jogo ainda não foi finalizado, o fator replay é bem alto pois você se sente cada vez mais imerso e quer logo saber como tudo vai terminar.
Após finalizar o jogo, não senti muita vontade de voltar a jogar… particularmente achei o final bem triste. 🙁

Já jogou esse jogo? Então bora pra mais detalhes! (SPOILER)

Eu fiquei bem chocada com o final do jogo, foi algo totalmente inesperado para mim.
A parte mais triste foi ver o irmão do Dropsy atirando nele, sendo que tudo o que o palhaço queria era ajudar e fazer todos sorrirem.
O jogo explorou e expôs muito bem o egoísmo e a inveja. Confesso que me chocou um pouco.
Não ficou muito claro para mim se Dropsy de fato morreu ou foi resgatado, mas vê-lo junto a sua família foi algo bem tocante.

Um jogo com uma mensagem muito bonita, que nos mostra que ainda pode existir seres de coração puro e que isso está totalmente além de uma aparência física.

Gostou? Então mostre para seus amigos! Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*