The Mind of Marlo (PC)

Informações Técnicas

Desenvolvedor: Point Bleep Studios
Distribuidora: Flying Interactive
Lançamento: 19/out/2017
Steam: https://store.steampowered.com/app/722870/The_Mind_of_Marlo/
Twitter: https://twitter.com/pointbleep

Tem conquistas? Sim.
Tem cartas? Não.

The Mind of Marlo é um point and click em forma de documentário, que conta a história de um rapaz que tem uma doença muito rara que faz sua cabeça mudar de forma a cada x minutos.
Incomodado por esse problema, Marlo procura um médico para solucioná-lo e tentar ter uma vida normal.

O jogo é extremamente curto e possui um puta dum mind blown (pelo menos para mim foi! hahaha).
Suas ações são muito intuitivas, não oferecem quase nada de desafio. Os diálogos são bem humorados, o gameplay é bem descontraído.
Apesar da história ser um bocado bizarra, eu curti a ideia. Deveriam ter explorado mais, dava para colocar vários outros itens para o jogador interagir e ir aos poucos descobrindo mais sobre a vida de Marlo.
O maior defeito desse game é ser curto! :/

Considerações finais – Analisando o jogo como um todo

Gráficos: 10/10. Pixel art simplérrimo, mas bem feito. A boquinha do Marlo se mexe quando ele fala e os olhos piscam também. É aquele jogo simples, mas caprichado.
UI e HUD: 10/10. Fácil de entender e mexer, além de te dar a opção de aplicar (ou retirar) um filtro que parece que você está vendo o jogo por trás das lentes de uma filmadora.
O inventário fica numa barra inferior, ao selecioná-lo aparece uma legenda informando o nome do objeto selecionado e onde você pode interagir com ele.
Trilha Sonora e sons: 10/10. Música neutra, porém todos os diálogos foram interpretados. O trabalho das vozes ficou bem legal.
Jogabilidade: 10/10. Jogabilidade ótima, além da hud ser intuitiva, você pode acelerar os diálogos mantendo a barra de espaço pressionada ou simplesmente clicando em qualquer lugar da tela para avançar para a próxima frase.
Fator replay: 1/10. A história é curtíssima e não possui múltiplos finais ou algo do tipo. Voltar só se for para terminar de liberar as conquistas.

Gostou? Então mostre para seus amigos! Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*