PC Retrô

Leisure Suit Larry in the Land of the Lounge Lizards (PC)

Informações Técnicas

Desenvolvedor: Sierra On-Line
Distribuidora: Sierra On-Line
Lançamento: 5/Jul/1987
Steam: https://store.steampowered.com/app/763970/Leisure_Suit_Larry_1__In_the_Land_of_the_Lounge_Lizards/

Tem conquistas? Não.
Tem cartas? Não.

Outras plataformas: Amiga, Apple II, Apple IIGS, Apple Macintosh, Atari ST, MS-DOS e Tandy Color Computer 3.

A versão de Steam traz o jogo original de 1987 e o remake de 2013.

Entre na pele de Larry Laffer, um vendedor de software quase quarentão que resolve viajar para Lost Wages (uma paródia de Las Vegas) para perder a sua virgindade e conseguir encontrar o amor de sua vida.

Um jogo text-based bem pastelão, recheado de piadas ruins e situações cômicas.

Considerações finais – Analisando a obra como um todo

Gráficos
Por ser um jogo de 1987 não dá para esperar gráficos incríveis nem detalhados.
Para a época, acho que tudo ficou até que bonitinho dentro do estilo cartunizado! Dá para notar que os cenários estão bem detalhados, mesmo com a limitação na paleta de cores.

As poucas animações que tem são bem simples.

UI e HUD
De um modo geral, a interface é fácil de ser entendida.
A área de texto fica habilitada durante o jogo inteiro e compreende comandos pela metade. Isso economiza o tempo de ter que escrever uma frase inteira.

Existe uma opção para ver o seu inventário e ao selecionar o item, Larry interage com ele.

De tempos em tempos o jogo irá exibir uma mensagem falando mal do hálito de Larry, meio que forçando-o a usar um spray. Isso é meio irritante, pois acontece com frequência.

Trilha Sonora e sons
Você vai ficar quase o jogo inteiro em mais absoluto silêncio.
São pouquíssimos os momentos que alguma música toca.

Jogabilidade
Apesar de ser text-based, é possível interagir utilizando o mouse. Porém, não chega a ser um point and click, pois você terá que digitar os ações do Larry.

É um jogo de humor, tenha isso em mente. Há várias piadas (muitas delas bem ruins… e é isso que dá o charme pastelão pra esse jogo) e coisas nonsense.

Eu até diria que para você conseguir progredir, você precisa entender pelo menos o básico de inglês. Mas eu posso afirmar que para conseguir progredir, você vai precisar de um guia, infelizmente!
Dentro do jogo é possível visitar determinados locais por taxi, porém em nenhum momento o jogo informa quais lugares você pode ir… então você vai gastar horas e horas digitando o nome de lugares, na tentativa e erro!
Use um guia ou sua experiência será bem frustrante. Tirando isso (que ao meu ver já é um ENORME ponte negativo), a história do jogo toma um rumo bem maluco e imprevisível.

Em algumas partes você vai precisar ficar jogando no cassino para conseguir dinheiro e isso é bem cansativo pois vai de sorte. O lado bom é que é possível salvar e carregar saves. Isso vai ser uma mão na roda nessas horas.

Morrer ou se ferrar nesse jogo é muito fácil. Esteja preparado! hahaha

Honestamente, só zerei para saber como tudo terminava. Zero paciência, achei o jogo difícil demais, você precisa ser muito persistente para terminar sem um detonado… ou ser vidente mesmo.

Replay e retenção
Talvez no futuro eu vá querer jogar de novo, porque haverá alguns trechos que vou lembrar como passar.
Mas a lembrança que ficou em mim é de um jogo desgastante.

Deixe um comentário