The Bug Butcher
Indie PC

The Bug Butcher (PC)

Informações Técnicas

Desenvolvedor: Awfully Nice Studios
Distribuidora: Awfully Nice Studios
Lançamento: 19/Jan/2016
Steam: https://store.steampowered.com/app/350740/The_Bug_Butcher/

Tem conquistas? Sim.
Tem cartas? Sim.

Outras plataformas: Android, Nintendo Switch, PlayStation 4 e Xbox One.

Harry tem uma única missão: eliminar todos os alienígenas que estão infestando a sua nave e proteger os cientistas a qualquer custo!
The Bug Butcher é uma releitura frenética do clássico Super Pang.

  • The Bug Butcher

Considerações finais – Analisando a obra como um todo

Gráficos
A arte e as animações são bem feitas, com cores bem vivas e contrastantes.
Vale destacar os cenários, que estão bem detalhados e focam bem na sensação de profundidade.

 

UI e HUD
Eu achei as opções do menu e a tela de upgrade bem fácil de ser entendida, porém achei a navegabilidade meio ruim com o controle. Você utiliza o direcional para navegar entre as telas, mas mesmo pressionando o botão na direção certa parece que você fica “enroscado” e não vai para a região que você quer. Talvez por causa do alinhamento dos elementos da tela, não sei.
Essa parte é muito mais amigável pelo mouse, onde basta movê-lo e clicar na opção desejada.

 

Trilha Sonora e sons
As músicas são bem carismáticas mas achei os efeitos sonoros bem mais marcantes. Talvez pelo fato de morrer ser algo frequente, então a voz do protagonista acabou grudando na minha cabeça.

 

Jogabilidade
Quando o Game Pass chegou ao Brasil, esse foi um dos primeiros jogos que eu resolvi testar… e acabei adorando!
Joguei bastante na época, porém não tinha zerado ele pois acabei deixando de lado e ele saiu do catálogo do Game Pass.
5 anos depois (!!!) me lembrei dele, coloquei na minha wishlist do Steam e na primeira promoção que entrou não pensei duas vezes em comprar.

The Bug Butcher possui 3 modos de jogo: Arcade, Panic e Co-op.
O modo Arcade é modo história. Ele está divido em 6 estágios, sendo que cada um possui 6 fases.
Nesse modo você acumula moedas para comprar upgrades da sua arma e roupa.
Essa opção permite que você escolha 3 níveis de dificuldade: fácil, médio e difícil.
Zerei no modo médio, por volta de 2 horas.

O modo Panic também está dividido por 6 estágios, porém sem as fases. Ele é um modo infinito, no qual além de matar os alienígenas você deve coletar um relógio que vai acrescentando mais tempo para você continuar a jogar. Quando a sua vida ou o tempo acaba, a partida encerra.
Por último, temos o modo Co-op, que é exatamente igual ao modo Panic, porém para 2 jogadores (e admito que até o momento que escrevo esta análise, não cheguei a testá-lo).

Eu acho esse jogo muito viciante, eu sempre fico dividida em fazer o melhor score ou terminar as fases hahahaha
É um jogo com jogabilidade simples, mas muito bem feito. Mesmo sendo meio velhinho, continua bem divertido, pois é bem frenético.
Se encaixa bem para perfis mais casuais ou hard core.

 

Replay e retenção
Recordo que em 2017, quando o joguei no Xbox One, achei ele bem mais difícil do que agora.
Uma vez que você pega prática, logo larga a dificuldade média e vai para a difícil, para conseguir a melhor pontuação.
Você morre e quer tentar de novo. É viciante e desafiante, ao mesmo tempo que você não cria aquele compromisso de querer jogar porque precisa terminar.

Ele conta com conquistas e isso vai elevar mais ainda a vontade de continuar a jogar.
Porém, o modo Panic por si só já torna esse game eternamente jogável.

Deixe um comentário